28 de ago de 2011

Minha transformação com Força Total


   Na musculação não existe uma receita de bolo exata, para crescer e riscar. Cada organismo responde de um jeito diferente. Não somos todos iguais, tanto para dietas como para treino. O que é bom para meu corpo, pode  não ter resultado para você, podemos pegar sim uma dieta pronta, um treino, mas teremos que adapta-los para nosso corpo. Como?. Erros e acertos, sempre prestando atenção nas respostas que temos. Sabe aquele ditado que aprendemos com nossos erros, ele se emprega muito nas musculação. Mas, mais inteligente aquele que aprende com o erro dos outros. Agora deve ter muita gente se perguntando, quem é este Daniel Eduardo Barbosa?.

   Vou contar a todos como começou este meu prazer pela musculação. Eu era um cara bem sedentário, estava pesando apenas 113 kilos de pura banha em meus 1,76 cm. Um fumante compulsivo e amante de quase tudo que me desse um tom. Há 11 anos atrás, peguei minha família e vim morar no Japão, no intuito de mudar toda a vida, zerar ...chegando aqui, como já disse, com meus 113 kilos, de repente me vi com um uniforme, capacete, luvas e todos os outros aparatos de segurança. Nada haver com minha antiga vida no Brasil, eu trabalhava engravatado, tinha uma pequena empresa de impressos gráficos, e até que pensando bem acho que começou ai, este sentimento pela musculação, mais na época não tinha me tocado, vou explicar.
No auge dos meus 113 quilos
   Eu fazia a impressão gráfica da revista da FEPAM ( Federação Paulista de Musculação ), e tratava direto com o Sr. Eugênio Koprowski que era o presidente da Federação e o fundador da NABBA, naquela época eu conversava com ele e achava muito legal, pois ele era mais velho que eu e estava muito melhor fisicamente. Bem no fundo ficou aquilo, estou muito detonado, será que se eu quisesse eu conseguiria?Mas me faltava algo muito importante na época, uma coisa que não tem valor monetário, mas ao mesmo tempo se fosse de comprar, iria deixar muita gente feliz, que é a força de vontade, a atitude de falar e fazer, de correr atrás com garra e ter pulso firme , como em tudo na vida, temos que ter força de vontade. Quem me dera agora ter acesso com facilidade ao Sr. Eugênio.Voltando ao Japão, nem preciso falar que foi feio, para não falar um palavrão. O começo num trampo pesado e manual, meu nervo ciático, dor nas costas, etc... tudo começou a doer, eu descobri cada parte no meu corpo que nem fazia ideia que poderia doer. Mas, mesmo assim não fiz nenhum regime, e não parei com meus vícios, emagrecer neste primeiro momento foi uma coisa que eu não precisei fazer nada para conseguir. Só o fato de ter que encarar o trampo, pois se não estaria ferrado, já serviu. Ai de 113 kilos fui para 98 kilos, só que nosso corpo é uma maquina inteligente, ele acostuma e o que me fazia emagrecer já não estava mais dando certo.
Foto atual
   Vamos acelerar isto, passado muito tempo, eu sofri um acidente de carro, e quase fui. O esperto aqui estava muito cansado ainda tinha ingerido bebida alcoólica, e quando vi que tinha ganhado uma outra chance, resolvi que iria mudar e dar valor à nova oportunidade. Parei tudo junto, de uma vez só parei de fumar, beber, de consumir qualquer coisa que me alterasse. Foi punk, mas minha força de vontade estava cada dia mais forte, e para completar eu sempre tive ao meu lado minha esposa que me apoia, e me ajudou muito e ajuda até hoje, sem ela teria sido tudo muito mais difícil. Voltei ao judo, pois já tinha praticado quando era moleque, ia para o trabalho de bike, junto com meu irmão e mais dois colegas de trabalho, o trajeto era de 19 km só de ida, como entro as 7:00 da manhã no trabalho e saio só às 7 da noite, ainda tinha a volta, mais 19 km, por dia pedalava 38 km. Então foi fácil começar ver as mudanças, como eu não tinha nenhuma ideia de como suplementar, e até me alimentar direito naquela nova vida, além da gordura perdi os poucos músculos que tinha. Minha esposa sempre se preocupou com a nossa alimentação, mas já era completamente diferente, pois entrei muito de sola nos aeróbicos. Por um lado foi muito bom, vi resultados muito rápidos, então estava sempre motivado, mas, por outro lado comecei a ver alguns problemas de um ex-gordo : as peles. Já havia perdido + ou - 25 quilos em 3 meses. Ai veio a musculação, e dai sim, começou a ficar mais gostoso. Minha esposa já fazia, comecei a fazer com ela e meu irmão, conheci uma outra pessoa que me ajudou no começo dos meus treinos, me passou meu primeiro treino e me deu uns toques de suplementação e hoje é um amigo. Valeu Araujo! E hoje eu respiro musculação. Eu e minha esposa, fomos junto cada vez mais pegando gosto pelo esporte, sempre procurando aprender tudo de nutrição, suplementação esportiva, treinos, correndo atrás de cursos e de qualquer informação  que possa nos auxiliar neste mundo Anabólico.
Eu e meu amigo e Sensei, André Miyadaira
   E falo, tudo valeu a pena, hoje eu consigo aguentar o pique dos meus filhos. Com meus 35 anos me sinto melhor do que quando tinha 23 anos. Conquistei minha faixa preta no judô, minha auto estima também. Vale a pena mudar quando é para melhor, mesmo que seja uma mudança super radical, todos temos o poder de transformarmos nossa vida, pois só depende de nós. Força de vontade é tudo, sem ela não somos ninguém. Temos que excluir algumas palavras do nosso dicionário particular : não posso, não consigo, outras negativas, RISQUEM de suas vidas. Pois tudo posso, desde que não prejudique ninguém.
  Ah, quando se passa por uma transformação e está é para melhor sempre tem aqueles que não conseguem fazer nada por si próprio e, ficam cutucando quem tem força para mudar, não devemos gastar nossas energias com estas pessoas que não merecem nada, pois nem elas conseguem se ajudar. Deixem para usar suas energias dentro da academia e cada vez mais superar seus limites. Bons treinos e Força Total.
                                                                                                                   Daniel Eduardo Barbosa.



                                                                      Agradecimentos 
  Agradeço às pessoas que me ajudaram na minha transformação.
   Silvia , parceira de treinos e de vida, que me ajudou muito em todo o processo e ajuda até hoje.
   Lucas A. Barbosa, irmão e companheiro de trabalho e treino.
   André Miyadaira, me ajudou ao meu retorno no Judô, sendo meu veterano( senpai ) no dojo.
   Hatanaka-san, sensei de judô (japonês)
   Araujo, amigo que me ajudou no inicio dos meus treinos.
   E meus filhos, Hozumi e Kiyoshi por ajudarem o pai, sendo amigos e tendo paciência, pois eu tive que deixar de fazer várias coisas no começo. Valeu. Abraços.

10 comentários:

  1. Adorei Dani!! Parabéns pelo blog!!

    ResponderExcluir
  2. Com certeza foi uma superação incrível!

    Eu irmão mais novo, tive a oportunidade de ver e ajudar no que era possível, mas o merito dessa transformação é somente de você irmão, pois nesta vida não se conquista nada se não quiser, não basta ter pessoas vibrando e querendo, se não houver uma fagulha vindo de dentro de vc para a queima dessa energia para o seu próprio bem !!
    Parabéns pelo blog>>>!!!!

    E aquele que queira se transformar é só acompanhar o blog e pensar que o que você esta fazendo é para o seu próprio bem e não para o bem do próximo!!

    ResponderExcluir
  3. muito bom! parabens pela determinação!!

    ResponderExcluir
  4. Daniel san,demorei mas to aqui.
    Mostra pra galera que forca de vontade e uniao da familia fazem a diferenca na vida da gente.
    Um abraco do seu amigo e ...
    Forca Total!!

    ResponderExcluir
  5. Valeu Tammy, Todos podem conseguir. É só ter dedicação e muita Força de Vontade. Abraços.

    ResponderExcluir
  6. PARABÉNS, eu sempre fico impressionada com as pessoas que conseguem sucesso assim! PARABÉNS! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigado, se não fizermos por nós!!!. Quem fará?

      Excluir
  7. Nossa parabéns!! Realmente vc é um exemplo de vida!!! Que muitos se inspirem em vc! :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Denise. Só depende de nossa Força de Vontade. Ah, e sei que isso não lhe falta também. Estou esperando a sua Transforma. Abraços...

      Excluir