22 de out de 2011

Tireoide - Não brinque com fogo

Tireoide ou Tiroide
Glândula em forma de borboleta, que fica na frente da laringe, abaixo da região conhecida como Pomo de Adão ou Gogó. Comparada à outros órgãos é relativamente pequena tendo +- 30 gramas ( no adulto). A tiroide trabalha obedecendo ordens enviadas pela hipófise, que fica no cérebro. O resultado é a produção dos hormônios tireoidianos, o T3 e o T4, que regulam a velocidade do funcionamento do organismo.
O T3 e o T4, que controlam o conjunto de processos que acontecem no interior de cada célula, queimando as calorias ingeridas com os alimentos para produzir a energia necessária à manutenção das funções vitais e à realização de atividades físicas. Além de também agir na função de órgãos importantes como o coração, cérebro, fígado e rins. É mole ou quer mais? E muitas pessoas, fazendo uso de suplementos alimentares como este simples T3.
Meus amigos, isto não é suplemento alimentar, muito menos brincadeira! Você sabia, que fazendo uso de uma medicação como esta da foto, você pode desregular sua tireoide, e com isto, ela tanto pode liberar hormônios em excesso como em quantidade insuficiente. Liberando em excesso temos o problema de Hipertiroidismo, que é quando a produção de hormônio passa dos limites e fica em excesso, assim temos uma aceleração no funcionamento do nosso corpo. Ex.: O coração dispara, o intestino solta, a pessoa com este problema fica muito agitada, fala pelos cotovelos, dorme pouco, gesticula muito enquanto conversa, se sente com muita energia e ao mesmo tempo muito cansada.



Quando acontece o contrário, a produção não chega na quantidade necessária, temos o problema de Hipotireoidismo, onde tudo começa funcionar mais lentamente no corpo, o coração bate mais devagar, o intestino prende, no caso de crianças e adolescentes pode comprometer o crescimento, cansaço excessivo, diminuição da capacidade de memória, dores musculares e articulares, sonolência, pele seca, GANHO DE PESO, aumento nos níveis de colesterol no sangue, e até depressão. Para não assustar mais, vou só mencionar que o organismo nesta situação fica igual um carro sem combustível, começa a engasgar até parar  por completo, pois não há combustível para ser gasto.
Termogênicos, em sua grande maioria tem em suas formulas o T3, só que em doses mais baixas, e controladas, com estudos feitos e liberados pelos órgãos competentes no caso do Brasil a Anvisa, diferente de se comprar um pote deste de T3, ou outros que você faz sua própria alquimia, se sentindo um mago. Não brinque com coisa séria. Não estou criticando o uso do T3, mas sim tentando ajudar a abrir os olhos de inúmeras pessoas, que numa simples conversa, ou surfada na internet já acha que achou a solução para seus problemas. 
Eu já tomei o Lipo 6X e até o Black, não tive problemas, mas não vai achando que vai ficar bonitinho ou bonitinha sem esforço físico não! Eles só vão te auxiliar.


Com a ajuda dos alimentos certos podemos potencializar os efeitos do tratamento convencional e/ou prevenir os distúrbios da glândula tireóide.

  • Selênio : O selênio é um mineral de ação antioxidante com papel importante na eliminação dos radicais livres e metais pesados do organismo. É encontrado em carnes, peixes, ovos e cereais, entretanto o alimento mais rico em selênio é a castanha do pará.
  • Zinco : Estudos mostram que deficiência de zinco pode diminuir os níveis de T3 e T4, além do comprometimento da função mental e do sistema imunológico. Mas, não consuma suplementos de zinco de forma indiscriminada, pois o excesso também causa danos ao organismo. É encontrado em carnes bovinas, peixes, aves, leite e derivados, ostras, mariscos, cereais, nozes e feijão.
  • Iodo : O iodo é indispensável para que a glândula tireoide possa sintetizar e liberar na circulação os seus dois hormônios : T4 e T3.
  • Controle do peso : Estudos indicam que um em cada três obesos apresenta nódulos ou inflamação na glândula tireoide.









Nenhum comentário:

Postar um comentário