5 de out de 2011

Fibras para enriquecer dietas pobres em variedades

Por passar a maior parte do ano fazendo dieta, temos que procurar alimentos que complementem nossa alimentação, sem comprometer nossos objetivos, estas fibras que eu coloquei abaixo, irão ajudar a regular o intestino e a equilibrar um pouco a falta de algumas vitaminas, sendo também uma excelente fonte de gorduras boas. Mas, não exagerem, pois gorduras mesmo as boas sempre serão gorduras. 
gergelim
Gergelim 
Gergelim ou sésamo, é uma semente oleaginosa e pode ser consumida tanto as sementes quanto o óleo extraído delas. Rico em fibras, proteínas, vitaminas A, B e C, cálcio, fósforo e ferro. Destaca-se por sua ação emoliente e laxante suave, pois umidece e lubrifica o intestino evitando a prisão de ventre, a hemorróida e o câncer de cólon. Cerca de 52% de sua composição provém de gorduras insaturadas, entre elas, a lecitina, que alguns estudos apontam como provedora de efeitos positivos na regulação dos níveis de colesterol e triglicérides no sangue. Cada 100g de semente de gergelim fornece 11g de fibras, 975mg de cálcio e 14mg de ferro.




linhaça
Linhaça
A semente da linhaça é considerada um alimento funcional, pois além de ter suas propriedades nutricionais básicas, tem propriedades preventivas graças aos compostos antioxidantes e anticancerígenos. Seu óleo é um dos alimentos mais ricos em Ômega 3 e 6 da natureza. A relação ideal entre Ômega 3 e Ômega 6 é de 1 : 4 respectivamente, enquanto o óleo vegetal de linhaça apresenta uma relação 1 : 3, muito próxima da ideal. É a maior fonte alimentar de lignanas, compostos fitoquímicos parecidos com o estrogênio, tendo propriedades anticancerígenas principalmente em relação ao câncer de mama e de cólon.
Rica em fibras, possui 5 vezes mais fibras que a aveia e, com a vantagem de não conter gluten, podendo ser consumida por celíacos. Por conter tantas fibras é excelente para perda peso, pois elimina o colesterol de forma eficaz. É excelente para o sistema digestivo, tem propriedades laxantes, elimina toxinas e contaminadores e regenera a flora intestinal e expulsa os gases intestinais.
O consumo da linhaça diminui as condições inflamatórias : artrite, gastrite, colite, amidalite, etc. Alivia alergias e é efetiva para o Lúpus e melhora do sistema imunológico em geral.
Recomenda-se  2 colheres de sopa da semente por dia, batidas no liquidificador ou de molho em água ( a proporção é de 1 parte da semente para 5 partes de água ).



semente de abóbora
Semente de Abóbora
As sementes de abóbora podem ser consideradas boas fontes de proteína e óleo. O óleo da semente de abóbora é antioxidante, pois é rico em vitamina E.
As sementes são retiradas do fruto maduro, são ricas em ácidos graxos mono e poliinsaturados, possuem elevado teor de fibras e  minerais como zinco, magnésio e potássio e vitaminas A, complexo B e E.
Por serem ricas em fibras, as sementes auxiliam no tratamento da constipação intestinal. As sementes ainda tem ação vermífuga, pois contém o princípio ativo cucurbitacina, que também previne doenças do trato urinário.
Rica em minerais como o zinco, fortalece o sistema imunológico. Por ser fonte de triptofano, que é um hormônio relacionado ao bem estar, melhora a depressão e promove o bom humor.


Fontes : http://nocontemgluten.blogspot.com - Silvia Kawaguti.
Portal São Francisco, Espaço Saúde Mulher, Laura Andreani, SEGS, sbpcnet.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário