22 de set de 2011

10 Estratégias Nutricionais para conseguir Barriga Tanquinho

1 - Whey

   Que o whey ajuda a construir tecido muscular, isto é notícia velha. A leucina contida no whey estimula a oxidação de ácidos graxos, enquanto diminui a degradação de proteína do músculo.
   Um estudo de 2006 mostrou que a adição de 60gramas de whey protein/dia, em comparação com 60gramas de proteína de soja ou 60gramas de carboidratos, levou à reduções significativas na gordura corporal e peso após 6 meses.
   O whey também aumenta a saciedade, e com isso, teoricamente, você de comer menos depois. Você terá menos fome, mas  se vai comer muito ou não, aí é com você.


2 - Cálcio

Além dos benefícios da construção óssea e da redução da pressão arterial, pesquisadores da Universidade do Tenessee, estudam uma ligação forte entre o cálcio e o peso corporal a vários anos. Os produtos lácteos como o leite e iogurtes também entram no estudo, porque além do cálcio contém vitamina D. Um estudo de 24 semanas, mostrou que num grupo de adultos obesos, a perda de gordura corporal no grupo que suplementava com cálcio foi de 26%, contra 70% do grupo que consumia alimentos lácteos. A vitamina D está fortemente ligada ao cálcio, porque ela promove a absorção de cálcio, além disso estudos mostram que o cálcio e a vitamina D trabalhando em conjunto regulam a gordura do metabolismo nas células de gordura por suprimir a síntese de gordura e provocar a oxidação (queima)da gordura. Além disso, baixos níveis circulantes de vitamina D tem sido associados ao excesso de tecido adiposo(gordura).

3 - Comer mais
O segredo é comer alimentos que são baixos em calorias, mas que dão saciedade. Exemplo : caldos/sopas, vegetais sem amido, muitas frutas frescas, shakes, etc.

4- Coma mais vezes
Tem gente que programa o celular para tocar de 3 em 3 horas. Muito boa esta estratégia! Quando comemos, queimamos calorias e teremos menos fome mais tarde. Pule as refeições e certamente você comerá mais da próxima vez que for comer. Então, não poupe esforços para se lembrar de comer muitas vezes.

5 - Chá verde
Por causa da cafeína, o chá verde aumenta o gasto energético. Estudos mostram que consumidores habituais de chá verde são mais capazes de manter o seu peso. O chá verde tem uma infinidade de outros benefícios, certamente incluí-lo em sua dieta só vai te fazer bem. Se preferir inclua bebidas com extrato de chá verde e cafeína.

6 - Gordura trans
Ainda existem alimentos que contém gorduras trans. Mesmo em níveis muito baixos de consumo, as gorduras trans aumentam o risco de doença cardíaca coronariana. Além disso, as gorduras trans estão associadas com o aumento do depósito de gordura abdominal. Leia os rótulos, se o produto diz : óleo parcialmente hidrogenado, jogue fora. Seu coração, intestino e o resto do seu corpo vai agradecer.

7 - Coma peixes gordos
Ômega 3 está ligado a coração saudável, pele saudável, diminuição da pressão e outros benefícios. Eles também reduzem o tecido adiposo especialmente na área abdominal. Coma : salmão, cavala, arenque, linguado, sardinha e atum. Se você odeia peixe, tome suplementos de óleo de peixe.



8 - Desconfie de produtos isentos de açúcar
Quantas pessoas você conhece que mascaram pacotes de chicletes para não comer doces? Parece uma boa idéia, principalmente os sem açúcar. Só que esses tipos de doces tem alcoóis de açúcar neles, o que pode causar inchaço e desconforto abdominal. Em grandes quantidades eles podem ter efeito laxante em algumas pessoas. Alcoóis de açúcar são conhecidos por seus "OL" no final : manitol, xilitol, sorbitol,etc...Manitol é o pior criminoso quando se trata de gás e inchaço.

9 - Não ser tão doce
A maioria dos adoçantes contém poucas ou nenhuma calorias, mas eles podem aumentar o seu desejo por alimentos doces. E não há provas convincentes de que a adição destes adoçantes a nossa dieta tenha nos ajudado a diminuir ou manter nosso peso.

10 - Kit bebedeira
se você for beber, pelo menos bebe vinho para obter algum antioxidante. Mas, falando sério : CORTE O ALCOOL. você conhece alguém que tenha "abdomen riscado" e beba regularmente? Não, claro que não, a menos que seja uma genética abençoada pela natureza. E, cá pra nós, se você fosse uma dessas aberrações genéticas da natureza, você provavelmente não estaria lendo este artigo.

Fonte : Marie Spano www. mariespano.com
Traduzido por : FORÇA TOTAL

Um comentário: