19 de jul de 2012

Cuidado com os PICARETAS da Internet.



Hoje em dia fazer compras ficou muito fácil, rápido, só que a próxima palavra pode não ser a que sempre vem na sequência "SEGURO!!!", mas não será seguro se você for afoito, e não tomar certos cuidados.
Recentemente uma amiga minha, fez uma compra numa página do Facebook ... vou explicar:

Ela conheceu uma pessoa que vendia alguns produtos que digamos ... hahahah, são proibidos pelas leis brasileiras. Ficou conversando com essa pessoa uns dois meses, papo vai papo vem, numa dessas conversas o cara sempre muito bom de papo, sugeriu que essa amiga tirasse o seu ciclo na faixa "de graça". Como? Propôs à ela, que recomendasse a seus amigos os produtos que ele vendia, já que seu preço era o MELHOR da internet, e dependendo do volume que ela conseguisse passar a seus amigos o dela sairia de GRAÇA.
Muito fácil e não teria risco nenhum. Estou falando de uma pessoa normal, ela não é do ramo, só estava buscando alguns produtos para seu próprio uso e acabou caindo na conversa. Ela já se considerando amiga do rapaz, conversou com seus amigos e lógico que por aquele preço, e uma amiga que estava recomendando... "QUE ALEGRIA", só que essa alegria acabou muito rápido, juntou o dinheiro dos amigos, passou a encomenda para o até então seu "AMIGÃO" e fez o depósito na conta dele. Aí era só esperar... E como todos já devem desconfiar, ela está esperando até agora.


Vejamos, se existem inúmeros GOLPES na internet de produtos normais, imagina o quanto de golpistas não existe vendendo HGH, EAS e etc... Infelizmente temos que ser frios nessa hora, quando tem dinheiro no meio, uma parte das pessoas mudam. Amigo hahaha porra nenhuma, você tem que procurar por informação do vendedor, e uma simples página do facebook não é referência de nada, hoje temos Sites enormes que são criados só para GOLPES. FIQUE ESPERTO!!!



Então vamos a algumas dicas para verificar se o site de vendas em questão pode ser confiável:
  1. Buscar informações sobre o site verificando se não há reclamações, buscando pelo nome da empresa nos sites de buscas ou então em sites com comentários de usuários, como o www.reclameaqui.com.br, com amigos, familiares, etc.
  2. Verificar o endereço físico do fornecedor, telefones, e-mails, etc. Recomendo que desconfie ou fuja de sites que possuem apenas telefones celulares.
  3. Se o fornecedor possuir CNPJ, verifique no site da Receita Federal se o CNPJ confere com o endereço fornecido. O site da Receita Federal para verificação do CNPJ é: http://www.receita.fazenda.gov.br/PessoaJuridica/CNPJ/cnpjreva/Cnpjreva_Solicitacao.asp
  4. Verifique no www.registro.br os dados da empresa e se confere com as fornecidas no site, bastando inserir o endereço do site no campo “Verifique a disponibilidade de um nome de domínio”. Caso o endereço seja “internacional” como .com ou .net use o www.whois.sc para ver os dados de quem registrou o domínio.
  5. Verifique no site os procedimentos para reclamação, devolução, garantias, etc.
  6. Verifique as medidas que o site adota para garantir a privacidade dos seus dados, principalmente caso precise inserir dados como RG, CPF, etc.
  7. Não forneça informações desnecessárias para se efetuar uma compra. Caso perceba que precise preencher campos com dados desnecessários, entre em contato com o site para saber o motivo disso.
  8. Guarde todos os dados das compras, como o nome do site, itens adquiridos, valores pagos, número do protocolo da compra ou pedido e todos os dados coletados com as dicas anteriores.
  9. Guardar todos os e-mails e mensagens trocadas entre você e o fornecedor, confirmação do pedido e outros dados que comprovem a compra e suas condições.
  10. Verificar se há despesas adicionais como fretes ou taxas, assim como os prazos de entrega ou execução dos serviços para evitar surpresas desagradáveis.
  11. Exija nota fiscal sendo empresa ou não, já que isso pode ser uma garantia de que o produto não é roubado e também lhe dará crédito na hora da reclamação, além da garantia contra defeitos no produto e eventual troca.
  12. Mantenha seu computador protegido e livre de pragas da internet (vírus, trojans, spywares, etc), já que na hora da transação eletrônica nos sites você precisará inserir informações sigilosas.
  13. Cuidado com mensagens falsas que chegam a seu e-mail com promoções nesta época do ano. Mensagens maliciosas podem lhe levar a sites falsos a abrir vírus. Se receber uma mensagem de uma loja conhecida ou mesmo de seu banco para troca de certificado ou informações sem ter solicitado, não pense duas vezes e apague a mensagem por se tratar de fraude, já que essas instituições e bancos nunca enviam mensagens sem sua solicitação.
  14. Evite a todo custo passar sua senha a pessoas desconhecidas e sempre use senha difíceis de descobrir e com no mínimo 8 caracteres, mesmo que tenha que anotá-la, com o tempo e uso você a decora.
  15. Em sites de leilão em que normalmente os valores dos produtos são mais baixos, verifique a reputação do vendedor, veja os comentários feitos pelos outros usuários e os produtos que este vendedor vendeu e desconfie de valores muito abaixo do mercado.
  16. Para compras online, evite a todo custo usar computadores públicos (como as de lan houses) por poderem estar infetados com algum programa malicioso. Prefira o seu computador pessoal ou mesmo de sua empresa (caso seja permitido fazer compras ou acessar determinados sites na mesma).
  17. Se possível verifique se o site em questão usa SSL, um certificado de segurança onde os dados enviados pelo formulário de seu computador até o servidor são criptografados (codificados). Para isso basta olhar no endereço se está como “https://” em vez de “http://” .
  18. Usar o cartão de crédito é tão seguro quanto pagar suas compras no restaurante ou supermercados. Prefira este meio de pagamento na internet. Caso o site em questão não tenha meios de pagamento por cartão, prefira pagamentos por boleto bancário ou Sedex a cobrar (onde você paga ao receber o produto nos Correios).
  19. Como dito anteriormente e ressaltando, desconfie de ofertas espetaculares, promoções imperdíveis e valores muito abaixo do mercado.
Delegacia especializada em crimes virtuais pelo 
e-mail:4dp.dig.deic@policiacivil.sp.gov.br 

ou pelo telefone (11) 2221-7030 para São Paulo. 


Fonte: Dicas de como comprar com segurança na internet http://www.dicasparacomputador.com/dicas-de-como-comprar-com-seguranca-na-internet#ixzz20zKBnVGY



Blog Força Total
Daniel Eduardo Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário