13 de dez de 2011

Sulfato de Vanádio -Será que vale a pena suplementar com ele?





O Vanádio é o 21 elemento químico mais abundante na crosta terrestre, podemos encontrá-lo na água, solo, tecidos animais e vegetais. É considerado um nutriente essencial em alguns animais, como por exemplo em frangos - sua deficiência pode causar efeitos negativos em ossos, penas e sangue. Nos mamíferos, o vanádio está presente como oligoelementos.




Você sabe o que é Oligoelementos?

Os oligoelementos ou microminerais são elementos químicos essenciais para os seres vivos, geralmente são encontrados em baixa concentração nos organismo, mas são essenciais aos processos biológicos por serem fundamentais para a formação de enzimas vitais para determinados processos bioquímicos como por exemplo a Fotossíntese ou a Digestão


Estudos têm mostrado o vanádio como promissor no tratamento alternativo da diabetes, mais especialmente  a do Tipo 2, pois imita as propriedades da insulina e poderia controlar o nível de glicose no sangue.
O sulfato de vanádio, pode aumentar a taxa metabólica basal e consequentemente aumentar a queima de calorias. Este nutriente pode ajudar na eficiência energética muscular, crescimento e desempenho, através de maiores quantidades de aminoácidos e glicose que entrarão no músculo. Além disso, melhora a síntese protéica, o metabolismo de lipídeos (gordura) e o controle dos níveis de colesterol do sangue, aumento da função da glândula tireoide e participação na produção de glicogênio.
Fisiculturistas que façam uso regular deste nutriente antes dos treinos, poderão conseguir aumento e força muscular.
Estudos demonstram que mesmo após parar de suplementar com sulfato de vanádio, seu efeito permanece no corpo por até 3 ~ 4 semanas.
Embora seja bem aceito pelo organismo, estima-se que apenas 5% do sulfato de vanádio ingerido seja absorvido, a maior parte é excretada nas fezes.





Nos alimentos, o vanádio é encontrado em cogumelos, mariscos, ovos, pimenta do reino, salsa, morangos, rabanete, óleos vegetais, azeitonas, alface, soja, nozes, grãos e alimentos integrais. Uma dieta equilibrada, pode fornecer cerca de 10 ~ 30 microgramas deste mineral/dia. 


A deficiência de vanádio nos seres humanos pode levar à alta das taxas de colesterol ruim e de triglicérides, aumentando o risco de doenças coronarianas e câncer.


Apesar de não ser facilmente absorvível, pode facilmente ser tóxico!A toxicidade se deve à alta ingestão de vanádio e, poderá causar :


DANOS AO FÍGADO, NERVOS E VASOS SANGUÍNEOS, INSUFICIÊNCIA RENAL, DOR ABDOMINAL, DISTENSÃO ABDOMINAL, NÁUSEA, VÔMITO, RETARDO NO CRESCIMENTO E ANOREXIA



Ainda não há uma recomendação diária de sulfato de vanádio. Como forma de suplementos, encontramos a sugestão de 10mg/dia. Estudos indicam que 100microgramas divididos em 2 ~ 3 doses iguais, parece ser adequada e segura.

A COMBINAÇÃO DE 
INSULINA OU PÍLULA ANTI-DIABETES 
SULFATO DE VANÁDIO 
PODE PROVOCAR GRAVE CRISE DE HIPOGLICEMIA

CRIANÇAS, ADOLESCENTES, MULHERES GRÁVIDAS OU LACTENTES : NÃO HÁ COMPROVAÇÃO DE SEGURANÇA DE SUA INGESTÃO 

Antes de tomar qualquer suplemento alimentar, consulte um nutricionista!

Um comentário:

  1. Entao esse suplemento da marca Dymatize o ideal seria tomar apenas 1 capsula por dia ?

    Obg Gabriel

    ResponderExcluir